Lançamento – Jornalista Rodrigo Alvarez lança livro sobre Maria

Compartilhe

O jornalista e escritor Rodrigo Alvarez conquistou os leitores com Aparecida, a história da padroeira do Brasil, que já vendeu mais de 150 mil exemplares. Agora, depois de fazer o lançamento em Goiânia e no Santuário Divino Pai Eterno, em Trindade (GO, o autor passará ainda por várias cidades brasileiras para apresentar seu novo livro Maria – A biografia da mulher que gerou o homem mais importante da história, viveu um inferno, dividiu os cristãos, conquistou meio mundo e é chamada de Mãe de Deus.

12030242_532315860266922_5027367350134224038_o

Nesta biografia, Rodrigo Alvarez percorre diversos países em busca de informações, consulta evangelhos, consulta livros apócrifos e textos escritos ao longo de quase dois mil anos para compor a emocionante história de uma menina que – segundo as tradições – foi criada no Templo, que recebeu a notícia de sua gravidez do anjo Gabriel e deu à luz o homem que mudaria os rumos da humanidade.

Leitura

O Portal Betioli não resistiu a este lançamento e comprou o livro na noite de autógrafos na ​Livraria ​​​Saraiva, Shopping Flamboyant, no último dia 02 de outubro. Ainda estamos nos primeiros capítulos da obra, mas – com certeza – não demorará para terminarmos. Independente de religião, saber mais sobre esta mulher que desempenhou um papel histórico importante e poder ver as fotos tiradas pelo autor e por Richards Furst, nos enchem de vontade de visitar Jerusalém e de não deixar o livro de lado.

12079503_533325980165910_735753683029283390_n

Noite de autógrafos no lançamento em Goiânia | Reprodução Facebook Rodrigo Alvarez

E para quem quer engravidar – e crê, claro, na poder de intercessão de Maria, há uma informação que faz qualquer “tentante” ficar com mais vontade ainda de ir a Jerusalém: “Em Belém, não muito longe da  famosa Basílica da Natividade, onde se supõe que Maria interrompeu sua caminhada para dar à luz, existe uma gruta, onde ela teria amamentado o filho e onde uma gota do seu leite santo teria deixado as pedras completamente brancas. É para essa pequena capelinha franciscana de Belém que vão milhares de mulheres cristãs e muçulmanas com dificuldade para ter filhos, na expectativa de que, ao misturar o pó da pedra com a água que bebem, Maria lhes ajude a ser mais leiteiras e obter o benefício humano da reprodução” (trecho do livro).

Compartilhe

COMENTE SOBRE A MATÉRIA