Mercure traz sabor da culinária baiana para Goiânia

Compartilhe

Sábado é dia de moqueca! Fugindo da tradição da maioria dos bares, restaurantes e hotéis da capital goiana, que servem feijoada aos sábados, o Mercure Goiânia decidiu inovar e trazer o sabor da culinária baiana para o Centro-Oeste todos os sábados. Das 12h às 15h, o hotel disponibiliza buffet com a tradicional moqueca preparada pela chef de cozinha Neildes Bastos, baiana especializada na gastronomia nordestina.

Moqueca do Mercure GoiÉnia (3)

A iguaria pode ser saboreada no restaurante Coralina de duas formas: típica e light, que não tem azeite de dendê. A chef explica que o diferencial da moqueca baiana para as demais é a adição do azeite de dendê e o fundo negro, base culinária que leva camarão seco, gengibre, amendoim e castanha triturados. “O fundo negro é a base de muitos pratos da gastronomia da Bahia e é algo que herdamos dos escravos”, explica.

Para acompanhar a moqueca do Mercure estão disponíveis dois tipos de caldeirada: com peixe de rio, para aguçar o paladar goiano, e à moda baiana, preparada com frutos do mar. As guarnições também remetem às raízes da Bahia, como acarajé, bobó de camarão, caruru, vatapá, pirão de peixe e feijão fradinho de caldo, além de caldos de vôngole, camarão e polvo e arroz branco, que não pode faltar na mesa do brasileiro. Já as entradas incluem salada de polvinho e salada refrescante de melão, guacamole na telha de fubá, lula à dorê e vinagrete de siri catado.

Por um valor fixo é possível desfrutar todas as delícias à vontade, com direito a caipirinha e buffet de sobremesas composto por quindim, cocada branca, frutas laminadas, doce de abóbora e mini pudim de mandioquinha. Para as crianças que não apreciam esse tipo de culinária, o hotel disponibiliza a Estação Kids com massa ao alho e óleo, quatro queijos ou bolonhesa, além de opção de carne branca ou vermelha. As bebidas são de acordo com o consumo individual.

Baianidade

Há quase dois anos em Goiânia, a chef Neildes Bastos é quem comanda a cozinha do Mercure Goiânia. Pupila do ex-chef do hotel, Alexandre Vick, a baiana faz jus às suas origens e traz para a capital goiana o melhor da gastronomia da Bahia. Formada em culinária internacional no Senac-BA, a chef já trabalhou em hoteis como o Pestana Bahia e o Convento do Carmo.

Serviço:

O que: Moqueca Baiana no Mercure

Quando: Sábados, das 12h às 15h

Onde: Mercure Goiânia

Quanto: R$ 80,00 por pessoa.

Compartilhe

COMENTE SOBRE A MATÉRIA