Café Cultura oferece cafés especiais, Brew Bar e coffee shop

Compartilhe

Para quem aprecia um café especial e deseja aprofundar um pouco mais na cultura desta bebida milenar, o Café Cultura oferece o Brew Bar. Trata-se de um espaço onde o consumidor poderá assistir a diversos métodos de preparo do café em equipamentos diferentes. Tudo apresentado por um barista profissional.

O Brew Bar funciona no Café Cultura Lab da Lagoa da Conceição diariamente e de forma itinerante nas unidades do Continente Shopping (São José) e Primavera Garden Center (Florianópolis).

Em visita ao Café Cultura, o Portal Betioli assistiu os métodos de preparo do café do Brew Bar,  realizado pelo proprietário da casa, Joshua Stevens (foto), e experimentou a bebida extraída de cada método. Se você nunca participou de uma degustação de cafés, vale a pena ter essa experiência incrível. 

IMG_3234

IMG_3266

IMG_3242

IMG_3241

IMG_3259

IMG_3240

IMG_3244

IMG_3249

 IMG_3256

Os clientes que desejarem repetir em casa a deliciosa experiência vivenciada têm à disposição o coffee shop, loja de produtos exclusivos com cerca de 50 itens, como cafés, moedores, cafeteiras, filtros, copos, canecas, xícaras, mugs, kits, etc. Já para quem quiser se tornar mais profissional no assunto, é promovido um curso de barista.

Modos de preparo

MOKA: Quando levada ao fogo, a água ferve e sobe em forma de vapor, passando para o terceiro compartimento, na parte superior, e o café está pronto. Produz uma bebida com baixa acidez e corpo alto.

Resultado:  Produz um café intenso e encorpado, similar ao espresso, mas com as perda dos óleos esseciais pela temperatura necessária para a cocção.

CHEMEX: O Chemex é uma invenção americana, criada em 1941. Tem o formato de uma ampulheta e é feita de material quimicamente inerte, que não absorve resíduos e odores. Os filtros usados são feitos de papel da mais alta qualidade, garantindo uma tripla filtração que produz uma bebida limpa, livre de resíduos e equilibrada quanto à acidez, corpo e doçura. O segredo está em equilibrar a dosagem de pó e água para obter uma bebida mais encorpada. A parede tripla de filtragem em um dos lados impede a passagem de resíduos sólidos para a xícara.

Resultado: É um café extremamente limpo e suave, muito aromático e com um sabor extremamente suave e fácil de ser tomado. Realça as notas mais frutadas e florais. Pelo seu filtro triplo, o seu produto final é muito notável e surpreendente.

FRENCHSPRESS: O French press é considerado o método de preparo mais fácil de se realizar, o segredo é o ponto certo de moagem: o ideal é uma moagem grossa, consistente e uniforme. A mistura de água + café moído deve permanecer em infusão por pelo menos 3 minutos, e depois o pistão deve ser pressionado vagarosamente para baixo, para assim separar o pó (parte inferior do cilindro) da bebida.

Resultado: Café suave e aromático, com um corpo intenso e a sensação de um café arenoso e pesado. Realça bem todos os aromas e sabores. Um café bem oleoso e de fácil diferenciação das notas e aromas.

HARIO: Este método de preparo está em altíssima no mercado. A Hario é uma tecnologia desenvolvida no Japão, que consiste em um coador de cerâmica – material que mantêm a temperatura da água por muito mais tempo – com formato de cone e linhas espirais nas paredes do seu interior, que garantem a máxima expansão do pó para uma melhor extração.

Resultado: Cria um café aromático e limpo, realça os sabores mais brandos como os frutados e ácidos. Resulta em uma xícara clara e limpa, resultado de uma filtragem por papel.

SIFÃO/SYPHON: Apesar de ser um método antigo, algumas marcas repaginaram o equipamento, com bastante sucesso em cafeteriais de todo o mundo. O aquecimento do compartimento inferior faz com que a água evapore e passe para o compartimento superior. Cria-se um vácuo e, com a pressão, a água desce novamente, extraindo o café.

Resultado: Além do espetáculo que é, resulta em um café suave, mas ao mesmo tempo intenso nos sabores que extrai. Por usar um filtro de tecido, ele deixa uma xícara muito limpa e pouco ácida.

AEROPRESS: Apesar de ter um design muito atraente (que lembra uma grande seringa) faz um café rápido e extrai o que os grãos apresentam de melhor. Não possui uma regra rígida, por isso, o ideal é provar varias combinações de café, moagens, concentrações e tempo de infusão.

Resultado: Método mais adorado pelos baristas, alcança um sabor rico, sem o amargor. Resulta em um café bem encorpado que substitui muito bem o espresso em casa.

Café Cultura é um dos pioneiros no setor

Em Santa Catarina, o Café Cultura é um dos pioneiros no setor. Aposta neste nicho de mercado há 11 anos, quando abriu sua primeira loja na Lagoa da Conceição (hoje são cinco no Estado, três abertas nos últimos oito meses). A marca foi eleita pela revista Veja como a melhor cafeteria de Santa Catarina por cinco anos consecutivos.

Por traz disso há um grande esforço e investimento em qualidade. Todo o processo de produção – desde o cultivo do grão na fazenda até chegar à xícara – é marcado por um elevado grau de profissionalismo.

Os grãos são do tipo arábica – o de melhor qualidade e maior valor de mercado – e cultivados em fazendas selecionadas e certificadas localizadas em Minas Gerais e São Paulo. A excelência no cultivo estende-se à torrefação, que é realizada em Florianópolis no Centro de Pesquisa Café Cultura Lab, pelo mestre de torra. O processo artesanal, personalizado e exclusivo faz com o café agregue uma série de características que o tornam especialmente diferenciado.

O resultado são quatro tipos de blends exclusivos, cada um deles com características próprias: House Blend (baixa acidez de frutas cítricas, corpo redondo, doçura de calda de cana e retrogosto permanente); Peaberry (maior concentração de aromas e sabores do café, baixa acidez, encorpado, doçura achocolatada e retrogosto de baunilha); Orgânico (acidez equilibrada, corpo acentuado, notas de caramelo e de frutas vermelhas, retrogosto marcante) e Bourbon Amarelo (acidez intensa de limão siciliano, corpo sedoso, doçura de bergamota, final com notas de açúcar mascavo).

Das seis lojas do Café Cultura, quatro são próprias e duas franqueada. Quatro unidades ficam em Florianópolis, uma em São José e uma em Balneário Camboriú. E a rede está em pleno processo de expansão, com franquias sendo prospectadas em várias cidades e até fora de SC. A empresa é de propriedade dos sócios Luciana Melo, Sandra Melo e Joshua Stevens.

Serviço

FLORIANÓPOLIS

Lagoa da Conceição

Matriz: Rua Manoel Severino de Oliveira, 669 loja 03

Horário: 9h30min às 00h30min (diariamente)

Fone: (48) 3334-0483

Café Cultura Lab: Rua Manoel Severino de Oliveira, 653

Horário: 9h às 18h (segunda a sábado)

Fone: (48) 3365-9700

Primavera Garden Center

Rodovia SC-401, n 4190

Horário: 9h às 21h (diariamente)

Shopping Iguatemi

Horário: 10h às 22h (segunda a sábado). 13h às 20h (domingos e feriados)

Fone: (48) 3028-0420

SÃO JOSÉ

Continente Shopping – São José

Horário: 10h às 22h (segunda a sábado). 13h às 20h (domingos e feriados)

Fone: (48) 3094-9083

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Balneário Shopping

Horário: 11h às 23h (segunda a sábado). 13h às 21h (domingos e feriados)

Informações: www.cafeculturabrasil.com

Compartilhe