World Wine recebe o enólogo e proprietário da Vivanco para apresentar os novos rótulos e safras

Compartilhe

Referência pela dedicação em difundir a cultura que permeia o mundo do vinho, a Vivanco, vinícola espanhola cujos vinhos são importados exclusivamente pela World Wine no Brasil, mostra seus rótulos e seu projeto de enocultura através de um bate-papo com o enólogo Rafael Vivanco, no dia 21 de maio, no EAT…, em São Paulo.

Rafael Vivanco 2015

Nascido em Logroño, Espanha, Rafael Vivanco é engenheiro agrônomo, pós-graduado na Faculdade de Enologia de Bordeaux. Seu primeiro projeto foi a criação de novos vinhos na região de Rioja, que são sinônimo de qualidade na Bodegas Vivanco. Tempos depois, após extensos estudos, ele lançou seu projeto mais ambicioso em vinificação: a Colección Vivanco. Através desta produção limitada, a vinícola demostrou, nas garrafas produzidas, experiências únicas das variedades tradicionais da uva Rioja.

Para elaborar uma gama de vinhos modernos, de personalidade e mundialmente premiados, o enólogo selecionou as melhores uvas de seus vinhedos, que resumem o carater empreendedor e inovador da Bodega Vivanco. Os rótulos disponíveis nos canais de vendas da World Wine são:

- Dinastía Vivanco Blanco 2012 (R$ 75,90)
– Dinastía Vivanco Crianza 2010 (R$ 101,20)
– Dinastía Vivanco Crianza (1500ml) 2009 (R$ 198,00)
– Dinastía Vivanco Reserva 2008 (R$ 163,90)
– Colección Vivanco Mazuelo 2009 (R$ 392,70)
– Colección Vivanco 4 Varietales 2008 (R$ 410,30)
– Colección Vivanco Garnacha 2007 (R$ 429,00)
– Colección Vivanco 4 Varietales Dulce de Invierno (375ml) 2012 (R$ 242,00)

A vinícola Vivanco passou por quatro geração e tem mais de 100 anos de trabalho e compromisso na produção de vinhos. Em mais de 9 mil m² de projeto enológico inovador, a Bodega elabora rótulos singulares das uvas Tempranillo, Maturana, Viura e Malvasía. Além disso, promove a alta gastronomia e expande o conhecimento e cultura através do Museu.

Promoção da Enocultura Mundial
A Família Vivanco inaugurou, em 2004, o mais completo Museo de la Cultura del Vino, segundo a Organização Mundial de Turismo das Nações Unidas. O local reúne 40 anos de uma extensa coleção familiar e é repleto de objetos de arte, maquinário antigo e até um autêntico Picasso.

Todo o projeto foi desenvolvido para que o público tivesse a experiência em ver e sentir os itens expostos nos 4 mil m², divididos em seis salas, dedicadas aos valores na relação de 8 mil anos de história entre homem e vinho.

Com o objetivo de educar e divulgar o vinho como elemento civilizador, o Museu promove a experiência com sensibilidade, respeito e inovação, ampliando a cultura, arte, história e vinho “Nosso intuito é devolver ao vinho, o que vinho nos ofereceu. Por isso, o projeto envolve: Bodega, Fundação, experiências que compartilham essa cultura”, afirma Rafael Vivanco.

Compartilhe

COMENTE SOBRE A MATÉRIA